MENU

PUBLICIDADE

DESTAQUES

Sobre Aparecida Costa ☆





Aparecida Costa

Aparecida Costa, 37 anos, vidente, sensitiva, trabalha com o poder das cartas, psicofonia e a psicografia.

Aos cinco anos de idade comecei a ter sonhos e visões sobre o futuro. Minha querida mãe achava que eu criava amigos imaginários, pedia para minha avó me levar na benzedeira, para afastar o mal que me perturbava, mas não era, eu era médium e essa manifestação, que me fazia falar coisas para as pessoas, e a minha mãe ficava brava, porque sempre acontecia. Quando eu tinha 6 anos de idade eu disse a minha mãe que o papai tinha outra família, levei uma surra do meu pai e outra da minha mãe e só não apanhei mais porque minha avó não deixou, mas infelizmente ou felizmente, a vidência que vinha através dos sonhos, eram verdadeiras, depois minha mãe descobriu que meu pai tinha outra família e até um filho. Minha mãe ficou muito triste e abalada por não ter acreditado no meu sonho, na minha vidência. Ela sempre me dizia; se chegar alguém em casa, não quero você falando besteira para as pessoas, vá para o quarto, até que a pessoa vá embora e essa era minha vida. Depois aos 7 anos de idade. Essa passagem DA MINHA VIDA marcou bastante, minha avó que eu mais amava tinha ido fazer exames de saúde na casa da minha tia em São Paulo, e eu acordei do sonho e conversei com meu guia e ele me disse que minha avó tinha falecido. Então, fui correndo contar para minha mãe, nossa esse dia, ela ficou muito brava, me bateu de espada de São Jorge; que era para eu parar de falar besteira e mandar meus espíritos que me perturbava embora, ela me bateu tanto com tanta força, que fiz xixi nas calças, isso em um dia, no dia seguinte de manhã apareceu minha tia com meu tio e disse para minha mãe que a minha avó tinha morrido. Nossa só escutei minha mãe gritando perdemos ela. Esse dia foi muito triste. Desse dia em diante, até minha queria mãe, que não se encontra mais nesse mundo, queria que eu fizesse previsões para ela.

Atualmente, faço previsões para pessoas que me procuram continuo com os meus guias desde criança e sou uma pessoa de muita fé espiritual; acredito que essa terra é um plano, ao qual todos nos passamos por alegria, angustia, tristeza, solidão, saudade e entre outras coisas; mas isso faz parte do destino de cada um, por isso devemos sempre fazer coisas boas para que nossa alma seja purificada.